segunda-feira, julho 22, 2002

[link] Câncer

domingo, março 10, 2002

Gente! Comemorando essa coisa capenga de 'dia da mulher', vejamos o que já foi dito na história sobre o tão singelo ser que somos! :)))

*********************************************

Leis de Manu (Livro Sagrado da Índia)

"Mesmo que a conduta do marido seja censurável, mesmo que este se dê a outros amores, a mulher virtuosa deve reverenciá-lo como a um Deus. Durante a infância, uma mulher deve depender de seu pai, ao se casar de seu marido; se este morrer, de seus filhos e se não os tiver, de seu soberano. Uma mulher nunca deve governar a si própria."

Constituição Nacional Suméria (civilização mesopotâmica, século XX A.C.)

"A mulher que se negar ao dever conjugal deverá ser atirada ao rio."

Código de Hamurabi (Constituição Nacional da Babilônia, decretada pelo rei Hamurabi, que a concebeu sob inspiração divina, século XVII A. C.)

"Quando uma mulher tiver conduta desordenada e deixar de cumprir suas obrigações do lar, o marido pode submetê-la à escravidão. Esta servidão pode, inclusive, ser exercida na casa de um credor de seu marido e, durante o período em que durar, é lícito a ele (ao marido) contrair novo matrimônio."

Zaratustra (filósofo persa, século VII A.C.)

"A mulher deve adorar o homem como a um Deus. Toda manhã, por nove vezes consecutivas, deve ajoelhar-se aos pés do marido e, de braços cruzados, perguntar-lhe: 'Senhor, que desejais que eu faça?'"

Péricles (político democrata ateniense, século V a.C., um dos mais brilhantes cidadãos da civilização grega)

"As mulheres, os escravos e os estrangeiros não são cidadãos."

Confúcio (filósofo chinês, século V a.C.)

"A mulher é o que há de mais corrupto e corruptível no mundo."

Demóstenes (político ateniense, século IV a.C.)

"A mulher deve pedir ao seu marido, antes dele morrer, que lhe designe um tutor, ou até, se for da conveniência dele, um segundo marido."

Aristóteles (filósofo, guia intelectual e preceptor grego de Alexandre, o Grande, século IV A.C.)

"A natureza só faz mulheres quando não pode fazer homens. A mulher é, portanto, um homem inferior."

São Paulo (apóstolo, ano 67 d.C.)

"Que as mulheres estejam caladas nas igrejas, porque não lhes é permitido falar. Se querem ser instruídas sobre algum ponto, interroguem em casa os seus maridos."

Tertuliano (teólogo cartaginês, século III)

"Mulher, tu és a porta do inferno, foste tu a primeiro violar a lei divina, a corromper aquele que o diabo não ousava atacar de frente; tu foste, na verdade, a causa da morte de Jesus Cristo."

Alcorão (livro sagrado dos muçulmanos, escrito por Maomé no século VII, sob inspiração divina)

"Os homens são superiores às mulheres porque Deus lhes outorgou a primazia sobre elas. Portanto dai aos varões o dobro do que dai às mulheres. Os maridos que sofrerem desobediência de suas mulheres podem castigá-las: deixá-las sós em seus leitos, e até bater nelas. Não se legou ao homem maior calamidade que a mulher."

Yaroslao, o Sábio (grão-duque de Kiev, autor da primeira constituição russa, século X)

"A vida de uma mulher vale a metade da de um homem, no caso de, ao morrer, caber ao Estado e seus parentes reclamarem indenização."

São Tomás de Aquino (italiano, um dos maiores teólogos da humanidade, século XIII)

"Para a boa ordem da família humana, uns terão que ser governados por outros mais sábios que aqueles; daí a mulher, mais fraca quanto ao vigor da alma e força corporal, estar sujeita por natureza ao homem, em quem a razão predomina. O pai tem que ser mais amado do que a mãe e merece maior respeito porque a sua participação na concepção é ativa, e a da mãe, simplesmente passiva e material."

Petrarca (poeta italiano do Renascimento, século XIV)

"Inimiga da paz, fonte de inquietação, causa de brigas que destroem toda a tranqüilidade, a mulher é o próprio diabo."

Le Ménagier de Paris (Tratado de conduta moral e costumes da França, século XIV)

"Quando um homem for repreendido em público por uma mulher, cabe-lhe o direito de derrubá-la com um soco, desferir-lhe um pontapé e quebrar-lhe o nariz para que assim, desfigurada, não se deixe ver, envergonhada de sua face. E é bem merecido, por dirigir-se ao homem com maldade de linguajar ousado."

Jakob Sprenger (dominicano alemão do período da Inquisição, especialista em bruxarias, século XV)

"Na criação da primeira mulher houve uma falha, pois foi feita de uma costela curva. curvada na direção contrária à do homem.
Portanto, é um animal imperfeito. É mais fraca de mente e de corpo e por natureza mais impressionável. Tem memória fraca, não é disciplinada, perdendo a todo momento o sentido do dever. Por seus distúrbios passionais e afetivos é vingativa e propensa a abjurar a fé. Não é de se estranhar que este sexo tenha dado tantas bruxas."

Lutero (teólogo alemão, reformador protestante, século XVI)

"O pior adorno que uma mulher pode querer usar é ser sábia."

Henrique VII (rei da Inglaterra, chefe da Igreja Anglicana, século XVI)

"As crianças, os idiotas, os lunáticos e as mulheres não podem e não têm capacidade para efetuar negócios."

Jean-Jacques Rousseau (escritos francês, precursor do Romantismo, um dos mentores da Revolução Francesa, século XVIII)

"Enquanto houver homens sensatos sobre a terra, as mulheres letradas morrerão solteiras."

Constituição Nacional inglesa (século XVIII)

"Todas as mulheres que seduzirem e levarem ao casamento os súditos de Sua Majestade mediante o uso de perfumes, pinturas, dentes postiços, perucas e recheio nos quadris, incorrem em delito de bruxaria e o casamento fica automaticamente anulado.

Napoleão Bonaparte (imperador francês, século XIX)

"As mulheres nada mais são do que máquinas de fazer filhos."

Friederich Hegel (filósofo e historiador alemão do século XIX)

"A mulher pode ser educada mas sua mente não é adequada às ciências mais elevadas, à filosofia e algumas das artes."

Pollyanna (conhecido personagem da literatura psicológica mundial, ocasionalmente incorporado por companheiros(as) sensíveis, século XX, isto é, na semana passada)

"A mulher deve ser doce e suave no trato com seu companheiro, jamais pretendendo tomar seu (dele) lugar dentro da ordem natural das coisas da vida."

*******************************************

terça-feira, março 05, 2002

Gente! Agora é pra valer!!!

Eu comecei o Xongas graças à insistência da minha amiga Ferdinanda (Fezoca para o mundo, Ferdinanda só pra mim hehe).

Foi graças a uma frase de Fernando Pessoa que postaram numa lista que freqüento, de Astrologia, e que diz:

"A astrologia é verificável se alguém se der ao trabalho de a verificar. A razão por que os astros nos *influenciam* é uma questão a que é difícil dar resposta, mas não é uma questão científica. A questão científica é: influenciam ou não influenciam? A "razão por que" é metafísica e não tem que perturbar o facto, a partir do momento em que descobrimos que é um facto". (Fernando Pessoa, in Erostratus)

Quanto a isto de *influenciar* (os *asteriscos* são meus!), hoje em dia não se diz mais isso...
O conceito de 'influência' caiu em desuso na astrologia moderna (e muito justificadamente!) O que atualmente vale é o conceito de 'espelho', de re-flexão, aquilo do 'Assim como em cima, também embaixo' (quem foi mesmo que disse isto?) Além disso, temos que contar ainda com o conceito de 'holograma', com a realidade fractal, com a física quântica..... modalidades essas em que se encara o ser humano (e todos os demais seres?) como microcosmos dentro do macrocosmos, enfim.....essas coisas viajantes às quais todos podemos ter acesso hoje em dia :)))

Mas bueno!...... O que eu queria dizer com a reflexão pessoana é que, daqui por diante, quem vier pra mim e disser que 'não *acredita* em Astrologia', eu vou apenas perguntar: "Como assim, não *acredita*? Já vos destes ao trabalho de a verificar, para dela poderdes *descrer*? Pois o fato é que ela FUNCIONA, assim como vosso liqüidificador: se ali colocardes vossas bananas, leite, mel e o que mais vos apetecer - e desde que façais a conexão a uma tomada - onde haja corrente elétrica disponível, evidentemente - e a seguir acionardes o botão, daí não resultará, inexoravelmente, uma bela vitamina? :-) Pois o mesmo se dá com a Astrologia, ora bolas! Um horoscopo - adequadamente preparado para a HORA, a data e o local do nascimento - pode ser comparado a uma impressao digital - inexistem duas que sejam iguais! O horóscopo é uma 'fotografia' de nosso sistema solar. É um mapa das relações matemáticas dos planetas em relação à Terra e em relação a eles mesmos entre si no MOMENTO de nosso nascimento. Astrologia não é uma religião, ou um culto. Portanto FÉ não é requisito para que ela 'funcione'. É matéria a ser conhecida, tornando-se operacionalmente óbvia uma vez aprendida. Portanto, o conceito de "crença" em astrologia é efeito de um mal-entendimento acerca da definição daquilo que a Astrologia é, pra inicio de conversa... Não é possível acreditar-se - ou não - em alguma coisa a respeito da qual não se tem nenhum conhecimento, não tendo sido jamais testada.

Quanto ao antigo (e deturpado) conceito de 'influência', o astrólogo norte-americano Edmond Wolman diz algo interessante a respeito (traduzido de um folheto que dele recebi via net, e em que ele oferece ao público os seus serviços - quem se interessar em ler o folheto em sua integra, nele poderá chegar clicando AQUI):

"Este mito (o de que os planetas influenciam o comportamento humano) parece ser o mais difícil para ambos - os que têm formação astrológica e os que não a têm. O ser humano cria sua realidade experimental, exclusivamente, como produto final daquilo em que acredita - ou daquilo que lhe foi ensinado a crer como verdadeiro - seja essa crença consciente ou não. O horóscopo não causa nada. Ele é a reflexão sincronística das percepções tidas acerca da realidade a um dado momento. A co-incidência entre nascimento e horóscopo (horóscopo significa 'visão no tempo') é o REFLEXO de vibrações similares entre ambos, o indivíduo que está nascendo e o Sistema Solar - a um dado momento. Ou seja, o horóscopo REFLETE identidade, não a causa."

domingo, março 03, 2002

Bueno..... já que assim é, deixa eu ir jantar, primeiro! Já-já to de volta!
áfe!!! acho que já é a QUINTA vez que digito um monte aqui e perco tudo, por imperícia!
Quelle horreur! Aimeudeuzimducéu, serará que terei que recomeçar ALLOVERAGAIN?
grrrrrrrrrrr